Estilos parentais e seu impacto nas crianças

foto do autor

Por Mary Dubois

Paternidade eeducação parental são aspectos essenciais a serem levados em consideração para levar uma vida familiar plena. Na verdade, dependendo de como os pais educam os filhos, há uma chance maior ou menor de que eles tenham sucesso na vida. É essencial compreender o diferentes estilos parentais para saber as consequências que podem ter sobre uma pessoa ao longo da sua vida.

O que é estilo parental?

O estilo parental é o modelo de educação e relacionamento que os pais adotam com os filhos. Este estilo é baseado em princípios morais, os valores e crenças específicos de cada família. O estilo parental determina nível de autoridade pais sobre seus filhos e suas relações interpessoais. Diferentes estilos podem ser adotados dependendo dos contextos sociais, religiosos e culturais, bem como das necessidades e características específicas das crianças.

Quais são os principais estilos parentais?

Existem vários estilos de parentalidade que podem ser classificados em três grandes categorias:

  1. parentalidade autoritária,
  2. parentalidade autoritária negativa
  3. parentalidade positiva.

Cada um desses estilos tem seus prós e contras. Vamos descobrir juntos esses diferentes estilos parentais:

  • paternidade autoritária : Este estilo baseia-se na ideia de que as crianças devem obedecer às ordens e regras dos adultos sem nunca fazer perguntas. Os pais contam com disciplina e punição para manter a obediência e a ordem de seus filhos, o que pode levar à ansiedade e falta de confiança nas crianças como adultos.
  • Parentalidade autoritária-negativa : incorpora elementos dos outros estilos, como autoridade e disciplina, mas também certas características negativas, como crítica excessiva, humilhação e abuso verbal. Esta forma de parentalidade pode causar transtornos de ansiedade e sentimentos de raiva nas crianças.
  • parentalidade positiva : concentra-se na comunicação construtiva e no reforço positivo. Os pais dão mais ênfase à responsabilidade e ao incentivo do que à disciplina e à punição. Isso permite que as crianças cresçam com boa auto-estima e uma auto-imagem positiva.
Leia também:  Os princípios fundamentais da parentalidade positiva

Qual é o melhor estilo parental?

Embora não exista um estilo parental "perfeito" ou "melhor", você pode observar que a parentalidade positiva costuma ser preferível, pois oferece maiores benefícios a longo prazo para as crianças. A parentalidade positiva permite que as crianças cresçam mais independentes, mais confiantes e mais felizes. Também incentiva o crescimento e desenvolvimento social e emocional crianças. Além disso, a parentalidade positiva proporciona uma base sólida para as crianças aprenderem a gerir as suas emoções e a lidar com os desafios da vida.

Impacto nas crianças

Dependendo da escolha dos pais, a vida dos filhos será impactada. É sempre preferível que ambos os pais façam uma escolha idêntica. Caso contrário, isso pode ter sérias repercussões no comportamento da criança.

Como praticar a parentalidade positiva?

Existem várias maneiras de implementar uma parentalidade positiva. Em primeiro lugar, os pais devem esforçar-se por estabelecer um clima de respeito mútuo. Devem comunicar-se claramente com os filhos e ouvi-los com atenção. Além disso, os pais devem mostrar aos filhos como enfrentar situações difíceis. Por fim, é necessário que os pais reconheçam e elogiem os esforços e conquistas dos filhos.

Em resumo, cada estilo parental tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, a parentalidade positiva é geralmente preferível porque proporciona maiores benefícios a longo prazo às crianças. Ao implementar uma parentalidade positiva, os pais esforçam-se porestabelecer um clima de respeito mútuo, comunicar-se claramente com os filhos e ouvi-los com atenção para ensiná-los a enfrentar situações difíceis e a reconhecer seus esforços e conquistas.

Leia também:  Coparentalidade homoparental: um olhar aprofundado

Deixe um comentário