Desenvolvimento do seu filho

foto do autor

Por Mary Dubois

O desenvolvimento infantil é um processo complexo que envolve o crescimento físico, cognitivo, social e emocional da criança. É um processo ao longo da vida que começa na concepção e continua na idade adulta.

Fatores que influenciam o desenvolvimento infantil

Muitos fatores influenciam o desenvolvimento infantil, entre eles a genética, o ambiente e a cultura.

O ambiente

O ambiente em que a criança cresce também desempenha um papel no seu desenvolvimento. As crianças que crescem em um ambiente de apoio e carinho tendem a prosperar melhor do que as crianças que crescem em um ambiente negligente ou abusivo.

Genético

A genética desempenha um papel na determinação das habilidades físicas e cognitivas de uma criança.

Cultura

A cultura desempenha um papel igualmente importante no desenvolvimento infantil. As crianças que crescem em culturas diferentes podem ter expectativas e valores diferentes das crianças que crescem em outras culturas.

Desenvolvimento do seu filho

Diferentes teorias do desenvolvimento infantil

Existem muitas teorias diferentes sobre o desenvolvimento infantil. Dentre as mais conhecidas, três teorias realmente se destacam.

teoria de piaget

Essa teoria, proposta pelo psicólogo suíço Jean Piaget, descreve as diferentes fases do desenvolvimento cognitivo pelas quais as crianças passam, desde o nascimento até a adolescência. Piaget argumenta que as crianças passam por quatro estágios distintos de desenvolvimento cognitivo, cada um caracterizado por mudanças na maneira como pensam e entendem o mundo ao seu redor.

Teoria da aprendizagem social

Essa teoria, proposta pelo psicólogo americano Albert Bandura, enfatiza a importância da aprendizagem por observação e imitação. Bandura diz que as crianças aprendem observando o comportamento dos outros e imitando aqueles que consideram modelos.

Leia também:  Estilos parentais e seu impacto nas crianças

ligação teórica

Essa teoria, proposta pelo psicólogo inglês John Bowlby, enfoca a importância do apego emocional entre uma criança e seus pais ou cuidadores. Bowlby argumenta que as crianças que têm um apego seguro com seus pais ou cuidadores têm maior probabilidade de desenvolver uma autoestima positiva, uma melhor capacidade de regular suas emoções e uma melhor capacidade de formar relacionamentos sociais saudáveis.

Teoria dos Sistemas Ecológicos

Essa teoria, proposta pelo psicólogo americano Urie Bronfenbrenner, destaca a importância do ambiente social e físico em que a criança evolui. Bronfenbrenner expressa que o desenvolvimento infantil é influenciado por fatores em diferentes níveis, como família, comunidade, cultura e sociedade como um todo.

teoria do desenvolvimento moral

Essa teoria, proposta pelo psicólogo suíço Lawrence Kohlberg, descreve as diferentes fases de desenvolvimento moral pelas quais as crianças passam, desde a infância até a adolescência. Kohlberg argumenta que as crianças passam por seis estágios distintos de desenvolvimento moral, cada um caracterizado por mudanças na maneira como entendem o certo e o errado, a justiça e a imparcialidade.

Em suma, essas diferentes teorias oferecem perspectivas únicas sobre o desenvolvimento infantil e todas tiveram uma influência considerável na compreensão da psicologia do desenvolvimento.

Desenvolvimento do seu filho

Entenda o desenvolvimento da criança para melhor apoiá-la

O desenvolvimento infantil é um processo fascinante e complexo. Ainda não sabemos muito sobre o desenvolvimento infantil, mas ainda estamos aprendendo mais. Ao compreender o desenvolvimento infantil, podemos apoiar melhor o crescimento e o desenvolvimento saudáveis de todas as crianças.

Os marcos do desenvolvimento infantil

Existem diferentes fases do desenvolvimento emocional de uma criança. Esses estágios começam com o período pré-natal e continuam até a idade adulta. O desenvolvimento geralmente leva mais tempo para algumas pessoas do que para outras, porque cada indivíduo amadurece em um ritmo diferente. No entanto, existem marcos comuns e gerais pelos quais todas as crianças passam à medida que crescem.

Leia também:  Apoio nas tarefas de casa: o papel essencial dos pais

O período pré-natal

O período pré-natal refere-se aos nove meses anteriores ao nascimento do bebê. É verdade que as emoções da mãe durante a gravidez podem ter um impacto no bem-estar geral do feto. Por exemplo, o estresse materno durante a gravidez pode estar associado a um risco aumentado de parto prematuro ou baixo peso ao nascer, o que, por sua vez, pode afetar a saúde e o desenvolvimento da criança após o nascimento.

Primeira infância (0-2 anos)

Durante esse período, os bebês costumam comunicar suas necessidades e emoções de forma não verbal. Eles podem expressar sua alegria, tristeza, raiva e medo chorando, sorrindo, rindo ou gritando.

Os bebês começam simultaneamente a desenvolver sua própria personalidade e seu próprio estilo de interação social. Eles aprendem a andar, falar e interagir com o ambiente. Eles também desenvolvem seu senso de autonomia e seu apego às pessoas que cuidam deles.

Primeira infância (3-5 anos)

Durante a infância, as crianças continuam a desenvolver suas habilidades físicas, cognitivas e sociais. Eles aprendem a jogar, compartilhar e cooperar com os outros. Eles também desenvolvem sua imaginação e criatividade.

À medida que crescem, desenvolvem uma compreensão mais sofisticada de suas emoções e das dos outros. Eles começam a entender as emoções básicas, como alegria, tristeza, raiva e medo, e a usar palavras para expressá-las. As crianças dessa faixa etária também começam a se socializar mais com outras crianças, aprendem a compartilhar e resolver conflitos.


Infância média (6-11 anos)

Durante a segunda infância, as crianças adquirem um senso de independência e autoconfiança. Eles aprendem a seguir regras e participar de atividades em grupo. Eles também melhoram suas habilidades acadêmicas.

Durante esse período, as crianças também desenvolvem uma compreensão mais sutil de suas emoções e das dos outros. Eles começam a entender emoções mais complexas, como:

  • frustração,
  • ciúmes,
  • vergonha.
Leia também:  Paternidade: resolver conflitos entre seus filhos? método ESTRELA

As crianças dessa faixa etária também começam a tomar consciência de sua identidade social, o que pode impactar sua auto estima e seus comportamento social.


Adolescência (12-18 anos)

Durante este período, os adolescentes enfrentam muitas mudanças físicas, emocionais e sociais. Eles começam a desenvolver sua própria identidade, que pode ser influenciada por seus pares, família e cultura.

Os adolescentes podem experimentar emoções intensas e mutáveis e podem achar difícil administrar suas emoções de forma eficaz. Eles também podem enfrentar desafios em seus relacionamentos sociais e românticos e precisam aprender a lidar com essas situações de maneira saudável e apropriada. Eles também tomam decisões sobre seu futuro.

Desenvolvimento do seu filho

Como apoiar o desenvolvimento infantil

Aqui estão algumas dicas para apoiar o desenvolvimento infantil:

Forneça um ambiente seguro e de apoio.

As crianças precisam se sentir seguras e amadas para se desenvolverem adequadamente. Certifique-se de que seu filho tenha um lugar seguro para brincar e explorar e tenha acesso a adultos amorosos e solidários.


Incentive o jogo e a exploração.

Brincar é essencial para o desenvolvimento da criança. Ajuda as crianças a descobrir o mundo ao seu redor e a desenvolver suas habilidades físicas, cognitivas e sociais. Dê ao seu filho muitas oportunidades de brincar, tanto em ambientes internos quanto externos.


Leia para seu filho.

Ler para seu filho o ajuda a desenvolver sua linguagem e suas habilidades de leitura e escrita. Também a ajuda a se relacionar com você e a aprender sobre o mundo ao seu redor. Certifique-se de ler para seu filho todos os dias, mesmo que seja apenas por alguns minutos.


Converse com seu filho.

Conversar com seu filho o ajuda a desenvolver suas habilidades de linguagem e comunicação, pois também permite que você conheça melhor seu filho, seus pensamentos e sentimentos. Certifique-se de conversar com seu filho todos os dias, sobre tudo e sobre nada.


Estabeleça limites e fronteiras.

As crianças precisam de limites e limites para se sentirem seguras. Eles também precisam aprender a seguir regras. Defina limites claros e consistentes para seu filho e esteja preparado para aplicá-los.


Ser paciente.

O desenvolvimento infantil é um processo lento e gradual. Haverá altos e baixos ao longo do caminho. Seja paciente com seu filho e consigo mesmo e comemore seus sucessos durante todo o processo.

Concluir


O desenvolvimento infantil é um processo complexo e fascinante que merece toda a nossa atenção. Cada estágio de seu desenvolvimento é importante e se baseia nos estágios anteriores. Ao compreender os marcos do desenvolvimento de uma criança, os pais e cuidadores podem dar-lhes o apoio de que precisam para crescer, prosperar e atingir todo o seu potencial.

Deixe um comentário